Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

LA MI RÉ

No silêncio do som... as notas que ficam...

No silêncio do som... as notas que ficam...

LA MI RÉ

03
Jul08

Casa da Música

lamire

 

Aniki-Bóbó segue o seu caminho
 
Domingo, 6 de Julho
Aniki-Bóbó segue o seu caminho
Ernst Reijseger direcção musical
António Tavares
movimento
Tiago Pereira vídeo
21h00 | Sala Suggia | €5
 
 
Anikibébé
Anikibóbó
Passarinho
Totó
Berimbau
Cavaquinho
Salomão
Sacristão
Tu és polícia
Tu és ladrão!
 
 
Passados 66 anos sobre a estreia de Aniki-Bóbó, a lengalenga de quem é quem no jogo dos polícias e ladrões volta a ouvir-se na presença de Manoel de Oliveira, Teresinha e Carlitos.
 
O realizador e os protagonistas de Aniki-Bóbó assistem ao concerto de encerramento de um projecto comunitário que incorpora música, vídeo, dança e teatro e conta com a participação de 150 pessoas.
 
Integrado no plano de compromisso da Casa da Música com as diferentes comunidades, tendo em vista a sua integração social e uma participação activa na vida cultural, este projecto traz um novo olhar sobre a primeira longa-metragem de Manoel de Oliveira. Aniki-Bóbó segue o seu caminho procurou desenvolver um trabalho contínuo num tecido urbano tradicionalmente associado a situações de exclusão.
 
Sob a coordenação do violoncelista Ernst Reijseger, integram a concepção desta obra alunos de várias escolas vocacionais, músicos profissionais e outros artistas, como actores e bailarinos bem como elementos sem qualquer formação especializada, gente nascida nas zonas ribeirinhas. Nos 100 anos de Manoel de Oliveira, esta será, certamente, uma das maiores homenagens que pode fazer-se ao realizador e à sua obra: levar para o primeiro plano protagonistas da vida real.
 
Aniki-Bóbó segue o seu caminhoconta com as participações do coreógrafo, bailarino e percussionista António Tavares e do videasta Tiago Pereira, que estabelece os paralelismos, através do registo de imagem, entre o filme de 1942 e a peça de 2008.
 
Rodado em 1942, decorria a II Guerra Mundial, Aniki-Bóbó é mais do que uma singela história interpretada por crianças. Através de Carlitos, Teresinha e seus companheiros de brincadeira, o espectador é confrontado com dilemas que acompanham o ser humano. Baseado no conto “Meninos Milionários”, de Rodrigues de Freitas, Aniki-Bóbó aborda de forma a escolha entre o Bem e o Mal, ao mor e o ódio, a amizade e a ingratidão.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Os meus links

ANÚNCIOS MUSICAIS

ARTESÃOS

ARTISTAS

Bilhetes espectáculos

COROS

Cultura

Festivais de Música

Grupos de Câmara

Maestros

Música

Outros

ORQUESTRAS

TUNAS

Arquivo

  1. 2008
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2007
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2006
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D