Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Outras notícias

Concertos no Paço Ducal de Vila Viçosa arrancam 5ª feira
Diário Digital - Lisboa,Portugal
Uma temporada de concertos de música clássica abre quinta-feira na capela
do Paço Ducal de Vila Viçosa com o Quarteto Odeon, envolvendo, na
globalidade, ...
<http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=4&id_news=329075>
-------------

Sines: Escola das Artes arranca em antigo edifício da CP com ...
RTP - Lisboa,Portugal
Sexta-feira, a inauguração do equipamento, marcada para as 18:00, vai
contar com dois concertos de música clássica (com a soprano Paula
Rodrigues ea ...
<http://ww1.rtp.pt/noticias/?article=341895&visual=26&tema=5>
-----------

FESTAS DO SANTO CRISTO - Voos extraordinários e hotéis lotados
A União - Angra do Heroísmo-Ilha Terceira,Açores,Portugal
Paralelamente às cerimónias religiosas, a Câmara Municipal de Ponta
Delgada preparou um programa sócio-cultural, que inclui concertos, uma
exposição ...
<http://www.auniao.com/noticias/ver.php?id=13070>

------------------

Dicas para o fim-de-semana
Observatório do Algarve - Faro,Portugal
Em Vila do Bispo, Monchique e Alcoutim concertos com a Camerata Senza
Misura, integrados no FIMA – Festival Internacional de Música do
Algarve, ...
<http://www.observatoriodoalgarve.com/cna/noticias_ver.asp?noticia=21757>

---------------------

Sopros e guitarradas em Huelva - Observatório do Algarve
Mais de 25 mil pessoas é o número de espectadores apontado para um
conjunto de dois programas de concertos que a Academia de Música de Lagos
vai levar até à ...
<http://observatoriodoalgarve.com/cna/noticias_ver.asp?noticia=21687>


publicado por lamire às 18:05
link do artigo | comentar | favorito

Temporada Gulbenkian de Música

Grande Auditório

 

 

Quinta, 1 de Maio, 21.00

Sexta, 2 de Maio, 19.00

 

 

Orquestra Gulbenkian

Fabio Luisi Maestro

Arabella Steinbacher Violino

 

 

Max Bruch

Concerto para Violino Nº 1, em Sol menor, op.26

Robert Schumann

Sinfonia Nº 3, em Mi bemol maior, op.97, Renana

 

 

 

Fabio Luigi dirigiu há duas semanas, num concerto memorável no Coliseu dos Recreios, a Stastkapelle de Dresdner, da qual é Director Artístico. Quem o ouviu, certamente ficou curioso de verificar se a sua direcção produziria a mesma magia relativamente à Orquestra Gulbenkian, agrupamento com que se irá apresentar de novo ao público português, mas desta feita no Grande Auditório.

Nascido em 1959, em Génova, Fabio Luisi, depois de um primeiro percurso como pianista (teve, entre outros professores, Aldo Ciccolini), interessou-se decisivamente pela direcção de orquestra, domínio no qual se iniciou com Milan Horvath, no Conservatório de Graz. Foi na ópera desta cidade austríaca que deu os primeiros passos como acompanhador e maestro de ópera. Na segunda metade dos Anos 90 do século passado, a sua carreira ganhou relevo, possibilitando-lhe regulares aparições em Viena e em Leipzig. Em 1997, tornou-se o maestro titular da Orquestra da Suíça Francesa, cargo que manteve até 2002. Em Janeiro de 2004, conheceu iguais funções na Staatskapelle de Dresden, as quais desempenha no presente.

Como não podia deixar de se pensar tendo em conta o seu percurso, Fabio Luisi é um apaixonado pela ópera. Dirigiu já em alguns dos principais teatros do mundo, desde a Staatsoper de Viena, ao Met de Nova-Iorque. Neste último, estreou-se em 2005 com o Don Carlo de Verdi. Este compositor é, aliás, um dos seus predilectos. No campo discográfico, esta sua particular simpatia pela obra do autor da Aïda é notória, tendo sido elogiadíssima a série de gravações que efectuou de óperas menos divulgadas, como são o caso das de Aroldo, Jerusalém ou Alzira.

No Grande Auditório, Luisi dirige Schumann e Max Reger. Deste último será interpretado o Concerto para Violino Nº 1, em Sol menor, op.26, em que será solista Arabella Steinbacher. Esta intérprete alemã estudou com Ana Chumachenko, Ivry Gitlis, e, presentemente, é uma das intérpretes preferidas de Anne-Sophie Mutter. A carreira de Arabella Steinbacher ganhou importância internacional depois de ter substituído em Março de 2004, à última hora, um outro solista como intérprete do Concerto para Violino de Beethoven, com a Orquestra Filarmónica da Radio-France sob a direcção de Neville Marriner. Passou a partir daí a apresentar-se em todos os grandes auditórios do mundo, tanto em concerto como em recital, efectuando uma série de premiadas gravações que incluem obras de Khatchaturian, Milhaud, Shostakovich e outros.

 

 

 

José Luís Figueira

Publicidade e Promoção

Serviço de Música

publicado por lamire às 17:53
link do artigo | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

Ciclo de Piano

 Segunda, 28 de Abril, 19.00

Grande Auditório - FCGulbenkian

 

Nicholas Angelich Piano

 

Johann Sebastian Bach

Suite inglesa Nº 2, em Lá menor, BWV 807

Maurice Ravel

Valses nobles et sentimentales

Ludwig van Beethoven

Variações Diabelli, op.120

 

 

Conhecido em particular pelos melómanos frequentadores do Festival de Sintra, Nicholas Angelich apresenta-se agora no Grande Auditório com um recital preenchido por três obras-primas do piano, peças incontornáveis do repertório do instrumento. O pianista nascido americano interpretará um dos monumentos da música do século XIX: as Variações Diabelli, de Ludwig van Beethoven, uma partitura fundamental, quer do ponto de vista instrumental, quer na perspectiva da história da composição. Tocará ainda a segunda das Suites Inglesas, de Johann Sebastian Bach, e as efervescentes Valses nobles et sentimentales, de Maurice Ravel.

Iniciado nos segredos do teclado pela sua mãe, Nicholas Angelich completou os seus estudos em França sob a orientação de Aldo Ciccolini, Yvonne Loriod, Michel Beroff e Marie-Françoise Buquet. O seu repertório, tal como se pode verificar na sua aplaudida discografia, assenta nas grandes páginas da música para piano, da autoria de compositores da craveira de Sergei Rachmaninov, Franz Liszt, Maurice Ravel ou de Brahms. Nicholas Angelich regressa aliás a Portugal precedido pelo notável sucesso da sua versão dos Klavierstücken de Brahms, gravada em 2007 para a etiqueta Virgin. Os seus interesses, contudo, expandem-se até à música de Pierre Boulez, Olivier Messiaen e Karlheinz Stockhausen. A solidez da sua técnica pianística e o seu talento para recriar os mais variados ambientes expressivos fazem com que seja considerado um dos pianistas mais importantes da sua geração.

 

 

José Luís Figueira

Publicidade e Promoção

Serviço de Música

publicado por lamire às 13:12
link do artigo | comentar | favorito

.pesquisar

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.artigos recentes

. Indisponibilidade

. Notícias SemiBreves

. Casa da Música

. Eborae Musica - Julho (12...

. Prémio Magisterium atribu...

. Notícias breves

. Portugal Jazz Penela //11...

. Notícias breves

. Notícias breves

. Fundação Calouste Gulbenk...

. Coral Encontro

. Novo Director Artístico d...

. Músicas dos quatro cantos...

. Viana Music Festival-Wind...

. Notícias breves

. Notícias breves

. Museu da Música - Lisboa

. Homenagem a Guilhermina S...

. Casa da Música

. Notícias breves

. Distância e proximidade n...

. Outras Notícias da Música

. Casa da Música - Menino-p...

. Eborae Musica

. Curso de Música Antiga da...

.arquivos

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.Assuntos

. todas as tags

.links

.participar

. participe neste blog

.subscrever feeds